Dizem que sofrer é opcional. Mas cá entre nós, quem escolheria sofrer?
Elizabeth, a menina dos olhos vendados.
Você me faz um bem danado de bom.
Kate Prado
Somos as borboletas de um verão desgraçado.
Charles Bukowski.  
Antes de mudar por alguém, pense em quem já te ama do jeito que você é.
Tati Bernardi. 
Senti as mãos dela subindo pelas minhas costas, trazendo minha camiseta junto e deixei que ela tirasse. Depois disso, arranhou com força do meu ombro até a minha cintura, realmente cravando as unhas, deixando marcas. Eu gemi baixo e fiz uma careta.
— Machuquei você? — ela sorriu contra os meus lábios.
— Foi uma dor gostosa — respondi.
— Tô marcando território — ela passou as mãos por onde havia arranhado, fazendo só carinho dessa vez.
— E isso significa que?
— Você é meu.
Alietro.
Eu sou uma pessoa individualista, mas nunca no sentido ruim da palavra. As minhas dores nunca faziam parte da vida das outras pessoas porque eu sempre achei que ninguém precisava saber o caminho certo parar encontrar e conhecer os meus medos. Existia em mim uma barreira maior que qualquer outra coisa, onde o sentimentalismo barato era impedido de ultrapassar, já que a insensibilidade havia tomado conta de mim.
Restos de um naufrágio.
Não tenho nada pra me importar quando você está perto.
Britney Spears.
Eu não amo “bonitinho”, amo de um jeito egoísta mesmo. E eu não quero que você seja feliz se isso for sinônimo da minha ausência na sua vida, desculpa.
1x1.